Os mistérios que ainda rondam a morte de Kurt Cobain

kurt1

Desde sua estreia em janeiro no Festival de Cinema de Sundance até a chegada aos cinemas, só se fala no doc“Montage of Heck”, dirigido por Brett Morgen – o primeiro (com música e imagens inéditas) autorizado pelo espólio de Kurt Cobain. A produção, segundo a própria filha de Kurt, Frances, “tem a intenção de mostrar o homem, não o líder do Nirvana”, morto sobre condições até hoje discutíveis. A versão oficial é a de suicídio, em abril de 1994, aos 27 anos.

Fatos ou conspiração?

Em “Montage of Heck”  o lado humano de Cobain é escancarado – desde a infância até a explosão da fama. Já o “lado sombrio” ficou de lado, reservado para outro filme, que combina documentário e dramatização: “Soaked In Bleach”, previsto para chegar ainda em 2015. O  filme promete colocar em xeque a “real causa” da morte de Kurt, com base em apuração feita pelo investigador original do caso, Tom Grant.

Mas será que o conteúdo do filme será composto por  fatos ou apenas conspirações? Para isso, vamos investigar a sequência de eventos que culminou com a descoberta do corpo de Kurt Cobain em 8 de abril de 1994 em sua residência.

Lista de mistérios

O investigador Tom Grant aponta como duvidosa uma série de eventos ligada ao “suicídio oficial” de Kurt Cobain.
 Além da infame nota de suicídio, Tom Grant aponta a existência de uma outra carta. Ela teria sido deixada debaixo do travesseiro de Courtney Love, segundo afirmação feita por ela mesma à revista Rolling Stone, em dezembro de 1994. Um ano depois, Grant confrontou Courtney, dizendo que ele tinha inspecionado o quarto, sem encontrar a carta. No local, o investigador afirmou ter achado um sonífero, chamado Rohypnol.

A segunda carta mencionada por Tom Grant, não revelaria pistas sobre o eventual suicídio. No texto, citado por Courtney, Kobain escreveu: “Eu amo Frances, mas não me siga, por favor. Não sei aonde estou indo, mas não posso ficar mais aqui”.

A arma encontrada ao lado de Kurt em sua casa no número 171 da Lake Shore, em Seattle, foi comprada em 26 de março de 1994 na Stan’s Gun Shop pelo amigo e guitarrista da banda Earth, Dylan Carlson. Após a morte de Kobain, Carlson admitiu: “Kurt não tinha a intenção de se matar. Eu nunca teria comprado a arma se ele estivesse assim. Ele não parava de falar sobre seus planos para o futuro” – (entrevista concedida ao autor de “Who Killed Kurt Cobain?” de Ian Halperin e Max Wallace).

Legistas apontaram que Kurt tinha injetado heroína capaz de deixar qualquer pessoa inconsciente em questão de segundos. Sendo assim, ele não teria tempo suficiente de pegar o revólver e atirar contra si.

Nikolas Hartshorne, o médico que examinou o corpo de Kurt Cobain, logo deu o caso por encerrado, apontando suicídio. Hasthorne tinha uma longa relação de amizade com Courtney Love e seu ex-marido, James Moreland.

Tom Grant afirma que a arma foi posicionada na boca de Kurt, mas as balas não foram expelidas e não houve perda de sangue significativa – algo incomum para o tipo da arma usada.

Fonte: 89 A Radio Rock

Anúncios

Frances Bean Cobain não gosta do Nirvana.

FB123675

Frances Bean Cobain deu uma entrevista a revista Rolling Stones e falou pela primeira vez sobre seu pai (o lendário vocalista do Nirvana , Kurt Cobain).

A garota de 22 anos disse que não é fã de Nirvana. “Eu não gosto muito de Nirvana. Me desculpe, pessoal da divulgação e Universal. Eu curto mais Mercury Rev, Oasis, Brian Jonestown Massacre. A cena grunge não é algo que me interessa”.

Ela também falou sobre sua relação com o pai, e declarou que ele é como uma figura mística, já que ela não tem nenhuma lembrança dele.

“Por 20 anos, meu pai tem sido como um Papai Noel, essa figura mística. As pessoas chegam em mim e dizem: ‘Seu pai era tão legal’. Mas eu não o conheço”, declarou Frances. “Eu tinha uns 15 anos quando me dei conta de que não poderia fugir dele”.

E completou: “Quando estou num carro e o rádio está ligado, lá está o meu pai. Ele é muito maior que a vida e nossa cultura é obcecada com músicos mortos. Adoramos colocá-los num pedestal”.

Frances é uma das produtoras executivas do documentário “Montage Of Heck”, que vai mostrar a vida de Kurt e irá ao ar na HBO americana no dia 4 de maio e também será exibido em cinemas selecionados.

Fonte: A Radio Rock 89.1

Em 24/09/1991: Lançado nos EUA “Nevermind”, do Nirvana

Em 24/09/1991: Lançado nos EUA o “Nevermind”, do Nirvana, um dos álbuns seminais da década. Assim que foi lançado, conquistou aclamação da crítica e sucesso de público, vendendo em torno de 23 milhões de cópias. Este álbum consagrou o Nirvana e desbancou Michael Jackson das paradas norte-americanas. A capa do “Nevermind” foi eleita pela revista Rolling Stone como a melhor capa de todos os tempos.

Fonte:Nirvana

Kurt Cobain: produção de filme biográfico deve começar em 2015

 

De acordo com o The Pulse Of Radio, Courney Love recentemente revelou que o filme biográfico de seu falecido marido, Kurt Cobain, vai entrar em produção no ano que vem. Ninguém recebeu ainda o papel principal, mas Love tem algumas ideias de quem capturaria a essência do ex-frontman do NIRVANA.

Ela contou ao Inquirer Entertainment: “Esse filme deve começar no próximo ano ou algo assim… Eu não vou nomear ninguém, porque não quero dar azar para as pessoas, mas esses garotos lindos e loiros de 25 anos que são os novos Brad Pitts. Há toneladas desses. Alguns deles são atores realmente bons, não só rostinhos bonitos. Eu não quero ser a pessoa que toma essa decisão.”

Love também compartilhou quem estaria envolvido no filme. Ela explica: “Eu de fato tenho uma voz nele. Assim como Frances [filha de Kurt], Krist Novoselic e Dave Grohl [ex-membros do grupo] em qualquer assunto que toque o NRIVANA. E ele vai. Eu estou liderando o ataque porque é tempo de fazer isso.”

Love também está interessada em fazer um documentário e uma peça baseada na vida de Cobain.

O NIRVANA foi nomeado ao Rock And Roll Hall Of Fame em 10 de abril – cinco dias depois do 20º aniversário da morte de Cobain.

Fonte: Blabbermouth

13 DE JULHO – DIA DO ROCK – KURT DONALD COBAIN

ss-140404-Kurt-Cobain-tease.blocks_desktop_medium

 

Kurt Donald Cobain (Aberdeen, 20 de fevereiro de 1967 — Seattle, 5 de abril de 1994),3 foi um cantor, compositor e músico estadunidense, famoso por ter sido o fundador, vocalista e guitarrista da banda Nirvana.

Dentre suas principais composições, o single Smells Like Teen Spirit, do segundo álbum do Nirvana, “Nevermind”, foi o responsável pelo início do sucesso do grupo e do próprio Kurt, popularizando um subgênero do rock alternativo que a imprensa passou a chamar de grunge. Outras bandas grunge de Seattle, como Alice in Chains, Pearl Jam e Soundgarden, ganharam também um vasto público e, como resultado, o rock alternativo tornou-se um gênero dominante no rádio e na televisão nos Estados Unidos, do início à metade da década de 1990.

O Nirvana foi considerada a banda “carro-chefe da Geração X”, e seu vocalista, Kurt Cobain, viu-se ungido pela mídia como porta-voz da geração, mesmo contra sua vontade.

Cobain estava desconfortável com a atenção que recebeu, e colocou seu foco na música da banda, acreditando que a mensagem da banda e sua visão artística tinham sido mal-interpretadas pelo público, desafiando a audiência da banda com o seu terceiro álbum In Utero. Desde sua estreia, a banda Nirvana, com Cobain como compositor, vendeu mais de vinte e cinco milhões de álbuns nos Estados Unidos, e mais de cinquenta milhões em todo o mundo.

Em 8 de abril de 1994, o corpo de Cobain foi descoberto em sua casa em Lake Washington por um eletricista que tinha chegado para instalar um sistema de segurança. Apesar de uma pequena quantidade de sangue que saía da orelha de Cobain, o eletricista relatou não ter visto qualquer sinal visível de trauma e, inicialmente, acreditava que Cobain estava dormindo até que viu a arma, uma espingarda Remington apontanda para o queixo.

Uma nota de suicídio foi encontrada, dirigida ao amigo imaginário de infância de Cobain, chamado “Boddah”, que dizia, em parte: “Eu não tenho sentido a excitação de ouvir, bem como criar música, junto com realmente escrito… por muitos anos agora”. Uma alta concentração de heroína e vestígios de Valium também foram encontrados em seu corpo. O corpo de Cobain tinha ficado deitado lá por dias, o relatório do legista estimou que Cobain tinha falecido em 5 de abril de 1994.

Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Kurt_Cobain