Mustaine: não foi responsável por exclusão de Newsted de festival

Um representante do MEGADETH desmentiu relatos de que a banda foi responsável por remover o novo projeto do ex-baixista do METALLICA Jason Newsted, chamado simplesmente NEWSTED, do lineup da turnê australiana do MEGADETH.

No início desta semana, uma série de agências de notícias informaram que o NEWSTED havia sido removido do lineup do festival anual Soundwave, na Austrália. Os organizadores do Soundwave afirmaram que a banda de Jason Newsted foi retirada da programação “a pedido do MEGADETH”. No entanto, de acordo com o gerente de turnê do Megadeth, Jim Carroccio, nada poderia estar mais longe da verdade.

“Dave Mustaine não é responsável por tirar o NEWSTED do festival”, diz Carroccio à ABC New Radio. “Dave nem incluiu nem removeu o NEWSTED da conta”.

Ele acrescenta: “Dave apresentou uma lista de bandas com as quais ele se sentia confortável e o produtor ignorou a lista”.

“Dave e Jason são amigos e isto é uma tolice”.

Newsted participou da edição do ano passado da Gigantour, o festival aclamado pela crítica fundado em 2005 por Mustaine. Ele e Mustaine executaram a canção clássica do METALLICA “Phantom Lord”, com o MEGADETH em 11 de agosto de 2013, no último show da Gigantour do último verão em Toronto, Ontário, Canadá.

Fonte: Blabbermouth

Anúncios

Mustaine: "as pessoas estão mais cruéis com o que dizem"

Dave Mustaine do MEGADETH comentou sobre as reações diversas ao álbum “Super Collider” e todas as piadinhas, que na maioria das vezes, vem dos fãs e críticos.

O álbum foi recebido com uma resposta muito mais morna do que seus antecessores, embora o disco tenha sido excepcionalmente bem aceito nos Estados Unidos, onde ele ficou na 6ª posição na Billboard 200.

“As pessoas gostam do disco como um disco”, disse Mustaine ao TheRockRevival.com. “O público faz a sua declaração. Várias pessoas particularmente não concordam com meu ponto de vista, seja espiritual ou religioso ou político, elas atacam a nossa música em vez de dizerem: ‘Não concordo com o que Dave diz’.

“Nós chegamos a um ponto em que as pessoas estão mais cruéis com o que dizem. Porque elas não são muito educadas e elas realmente não conhecem o The King’s English (Nota: famoso livro britânico de gramática), elas dizem palavras que são muito mais pesadas que elas realmente são. Exemplo perfeito é quando você vê os políticos falando, eles escolhem suas palavras com muito cuidado”.